REGIONAL

Crise nos Correios gera atrasos na entrega de compras online


No Ceará, o déficit estimado em 1.600 trabalhadores no quadro de funcionários da empresa vem contribuindo para o atraso na entrega de encomendas aos consumidores do Estado.

Atualmente, quem realiza compras pela internet, por exemplo, precisa ter muita paciência para receber os produtos. Em muitos casos, os ítens costumam ficar travados por meses nas unidades dos Correios antes de chegar ao destino.

Segundo a secretária geral do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios, Telégrafos e Similares do Ceará, Carolina Pantaleão, o Estado conta atualmente com 2.673 empregados concursados na empresa. Cerca de 2 mil atuam na região Metropolitana de Fortaleza e o restante no interior.

Ela diz que o número de servidores deveria ser de 4.400 pessoas. Carolina lembra que o último concurso público para os Correios ocorreu em 2011. Desde então, a empresa vem perdendo servidores por meio dos Planos de Demissão Voluntária (PDVs).

Em relação ao efetivo no Ceará, os Correios informam que existe a necessidade de ampliar em 11% o quadro atual,  que atualmente é de 2.673 pessoas. Sobre o atraso na entrega de encomendas, a empresa informou que ampliou, neste mês, a sua capacidade de transporte dos objetos postados em São Paulo com destino ao Estado.

A empresa também informa que reforçou as equipes de distribuição com a contratação de 50 profissionais sob o regime de mão de obra temporária.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.