CIDADE

Audiência pública em Iguatu debate violência contra a mulher

Foto: Honório Barbosa
A violência praticada contra a mulher foi tema de audiência pública, realizada na tarde desta terça-feira (21), na Câmara Municipal de Iguatu. O evento atendeu uma solicitação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), e contou com a participação da presidente do Conselho, Francisca Saraiva, da delegada de Proteção e Defesa da Mulher, Monique Teixeira, da psicóloga do Centro de Referência da Mulher, Jéssica Queiroga, do padre Anastácio Queiroz, da professora do Curso de Direito da Urca, Iasmine Saraiva e demais autoridades.

Durante a solenidade foram feitas diversas reivindicações: criação de uma secretaria municipal da mulher ou de uma coordenadoria de políticas públicas ligadas à luta de valorização e proteção da mulher; criação de um juizado especial e o funcionamento nos finais de semana da Delegacia de Proteção e Defesa da Mulher.

A presidente do Conselho da Mulher, Francisca Saraiva, destacou a importância do evento no sentido de sensibilizar as autoridades locais e a população sobre a importância da mobilização. "Lutamos por igualdade, contra os preconceitos, e queremos chamar a atenção da sociedade para esse grave problema que é a violência praticada contra a mulher", frisou.

A delegada Monique Teixeira defendeu a necessidade de construção de novos valores na sociedade. "O problema da violência contra a mulher é sério e diz respeito a todos nós", pontuou.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.