CIDADE

Ministério Público oferece denúncia contra dupla acusada de vários crimes em Iguatu

Promotores de Justiça, Fernando Miranda e Leydomar Nunes Pereira. Foto de Honório Barbosa
O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio dos promotores de Justiça da comarca de Iguatu, Leydomar Nunes Pereira e Fernando Martins de Miranda, ofereceu denúncias contra duas pessoas acusadas de cometerem homicídio triplamente qualificado contra o jovem estudante Jheyenderson de Oliveira Xavier, ocorrido no sítio Canto, na zona rural de Iguatu.

Roberto Alves da Silva, 42 anos, e Gleudson Dantas Barros, de 29 anos, foram acusados de cometerem homicídio triplamente qualificado (motivo fútil, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima), ocultação de cadáver e corrupção de menores. Contra Roberto Silva há ainda prática de crime de posse de arma de fogo.

As informações foram repassadas à imprensa local, no início da tarde desta quinta-feira (14), na sede do Ministério Público de Iguatu. Segundo os promotores, a denúncia já foi encaminhada ao juízo da 1ª Vara de Execuções Criminais da Comarca local. Os acusados serão citados para apresentar defesa, depois haverá audiência de instrução do processo, interrogatório de testemunhas e dos acusados.

Está em andamento na Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu mais três inquéritos que apuram as mortes de Anne Jaqueline da Silva, em 30 de junho de 2017; Francisco de Assis de Lima e de Mikael Melo.

Trecho da entrevista


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.