CIDADE

Escândalo: Prefeito, secretários e vereadores de Iguatu recebem títulos de empresa denunciada no Fantástico por venda de diplomas


Um comércio de diplomas de mérito para vereadores, prefeitos e secretários municipais está sendo investigado pelo Ministério Público, e foi destaque em reportagem do Fantástico deste domingo (5). 


Políticos de vários estados do País são suspeitos de utilizarem recursos públicos para conquistar as premiações. As empresas envolvidas no suposto esquema são a União Brasileira de Divulgação (UBD), de Pernambuco, e o Instituto Tiradentes, de Minais Gerais. As duas instituições juntas promovem até 20 premiações por ano.

Jumento Precioso pagou para ficar entre os 100 melhores
Para demonstrar a falta de critérios na hora de conceder esse tipo de premiação, a reportagem do Fantástico conseguiu negociar a compra de um diploma para um jumento - o jumento Precioso, que custou a quantia de R$ 1.480,00. 

Com o pagamento, o jumento Precioso tornou-se um "gestor nota 10", classificado na pesquisa nacional de utilidade pública entre os “100 melhores prefeitos do Brasil”.


O escândalo na compra dessas premiações, foi investigado pelo Fantástico e denuncia gestores de várias cidade do país. Em Iguatu, o prefeito Ednaldo Lavor, três secretários municipais e mais dois vereadores receberam comendas do Instituto Tiradentes, uma das entidades denunciadas pelo esquema. 

Além desse instituto, há registros do recebimento de prêmio semelhante por parte do gestor municipal através da União Brasileira de Divulgação (UBD). As duas empresas estão sendo denunciadas pelo Ministério Público e foram alvos de reportagem do fantástico, deste domingo. 

Conforme registros no Portal da Transparência da Câmara de Iguatu, foram pagos a quantia de R$ 3.044,00 para que dois vereadores - Rubenildo Cadeira e Marconi Filho pudessem receber premiação do Instituto Tiradentes. A solenidade foi realizada no dia 18 de maio deste ano, em Recife. 

Também consta no portal do Tribunal de Contas dos Municípios (Iguatu) registros de pagamentos para inscrição nos prêmios, do prefeito e de mais dois secretários municipais - Tácido Cavalcante (Infraestrutura) e Elizângela Medeiros (Educação). O valor gasto foi de R$ 1.911,00.

Confira as imagens dos portais da Transparência







Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.