INTERNACIONAIS

Papa faz apelo à fraternidade entre os povos na mensagem de Natal


O papa Francisco dedicou a tradicional mensagem de Natal à "fraternidade" entre os povos, com desejos de que os refugiados sírios retornem a seu país e que a guerra e a fome terminem no Iêmen.

Da varanda na basílica de São Pedro, durante sua tradicional mensagem natalina seguida pela bênção 'Urbi et orbi' (à cidade e ao mundo), o papa falou sobre diversos conflitos no planeta.

O sumo pontífice pediu à comunidade internacional um esforço para que os refugiados sírios "possam viver em paz" em seu país.

O papa não esqueceu a Terra Santa em sua mensagem, com um apelo ao "diálogo".

"Que o Natal torne possível que israelenses e palestinos retomem o diálogo e empreendam um caminho de paz que acabe com um conflito que dura mais de 70 anos", declarou.

Também expressou sua proximidade com as comunidades cristãs da "amada" Ucrânia, em um momento de grande tensão religiosa com a Rússia.

Francisco também falou sobre as crises na Venezuela e Nicarágua.

"Que este tempo de bênção permita a Venezuela encontrar de novo a concórdia e que todos os membros da sociedade trabalhem fraternalmente pelo desenvolvimento do país, ajudando os setores mais frágeis da população", afirmou o sumo pontífice.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.