POLITICA

Palocci diz que Lula recebia propina em dinheiro vivo


O ex-ministro Antônio Palocci, dos governos Lula e Dilma, relatou à força tarefa da Operação Lava-Jato a entrega de propina em dinheiro vivo ao ex-presidente Lula, que já cumpre mais de 12 anos de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. As informações foram divulgadas pelo portal G1 e constariam em um termo de delação premiada fechada por Palocci com a Polícia Federal.

De acordo com o relato, feito em 13 de abril, em mais de uma oportunidade, Lula teria recebido, das mãos de Palocci, remessas de até R$ 80 mil em dinheiro vivo. O ex-ministro também acusa o ex-presidente de ter recebido mais de R$15 milhões em propina durante a construção à usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Ele também faz acusações contra Dilma, que saberia de repasses de empreiteiras.

Uma das entregas à Lula teria acontecido durante a campanha de 2010, no terminal da Aeronáutica em Brasília (DF). Palocci teria entregue R$ 50 mil a Lula em uma caixa de celular. Um ex-motorista do delator teria testemunhado o encontro. Em outro episódio, a entrega teria sido em uma caixa de Whisky.

A delação de Palocci foi homologada em junho pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Foi a primeira delação firmada pela Polícia Federal, que havia sido entendida como legal pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no mesmo mês. A delação do ex-ministro já havia sido rejeitada pelo Ministério Público Federal (MPF). Carlos Fernando Lima, um dos procuradores da Lava-Jato, disse à Folha de S. Paulo que não havia provas suficientes ou "bons caminhos investigativos".


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.