POLITICA

Ministro da Economia diz que ninguém mexe em direitos como 13º e férias


O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (7) que a reforma da Previdência não incluirá neste momento mudanças na legislação trabalhista. Paulo Guedes voltou a dizer que o atual sistema de direitos trabalhistas faz com que mais de 46 milhões de brasileiros estejam na informalidade.

Sobre as especulações de que o governo pretende acabar com direitos previstos na Constituição, como férias e 13º salário, o ministro negou: "Ninguém mexe em direitos, mas daremos novas alternativas para os trabalhadores", respondeu.

Paulo Guedes ainda aproveitou para atacar as centrais sindicais que já combatem a ideia do governo de criar uma carteira de trabalho verde e amarela com menos direitos. "Interesses corporativos são falsas lideranças que aprisionaram o Brasil a uma legislação fascista de trabalho. Os presidentes dos sindicatos precisam ter paciência, mas devem saber que a vida deles não será tão boa como antes. Está saindo a velha política e entrando uma nova política", disse o ministro.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.