POLICIAL

Cabeleireiro é morto a facadas em Tarrafas


Na manhã de quinta-feira, 18, policiais militares receberam uma informação de que na estrada que dá acesso ao sítio Ribeira, na zona rural de Tarrafas, havia um corpo caído ao solo e sem vida.

Os policiais foram ao local e constataram o fato. O corpo de Expedido A. de Souza, de 50 anos, estava caído ao solo e apresentava várias perfurações ocasionadas por faca.

Segundo a família, a vítima estava desaparecida desde a noite de quarta-feira (17), e não possuía antecedentes criminais.

Logo após encontrar o corpo, a Polícia Militar iniciou diligências e conseguiu prender um dos suspeitos de envolvimento no assassinato do cabeleireiro Expedito.

Carlos Alberto de Araújo Lima, de 30 anos, contou ao delegado como tudo aconteceu. Disse que por volta das 21h30 de quarta-feira estava em um bar, no centro de Tarrafas, quando recebeu uma proposta no valor de R$ 100,00 para atrair a vítima até o local do crime. O serviço teria sido contratado pelo ex-amante da vítima, conhecido por Arnaldo.

Ainda segundo o depoente, quando chegou ao local, já estavam Arnaldo e Galeguim, e que, depois de uma discussão, Expedito teria sido morto a golpes de faca pelo o ex-amante. O suspeito foi ouvido e liberado logo em seguida. A polícia está tentando descobrir o local onde os dois acusados estão refugiados.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.