CIDADE

DITADURA: Vereadores de oposição ficam de fora das comissões na Câmara de Iguatu


Apesar das tentativas de diálogo, a oposição na Câmara de Iguatu não terá nenhum espaço nas cinco comissões técnicas do Poder Legislativo. As comissões são compostas de três membros, adotando o critério de proporcionalidade partidária, sendo o vereador obrigado a pertencer em pelo menos uma comissão permanente.

A Câmara de Vereadores de Iguatu é composta por 17 vereadores, 10 deles pertencem à base do Prefeito Ednaldo Lavor (PDT), inclusive a presidente da Casa, vereadora Eliane Braz (PDT), esposa do gestor municipal.

Durante a sessão ordinária desta quinta-feira (11), a formação das comissões entrou em discussão. O vereador Lindovan Oliveira (PSD) propôs que, de cada bloco, um vereador pudesse ocupar uma das três vagas. Não houve consenso durante os debates. A sessão foi presidida pelo vice-presidente Rubenildo Cadeira (PRB). 

A configuração política na Câmara, atualmente, é formada formada por três blocos políticos: um bloco com 10 vereadores forma a base de apoio do Poder Executivo; quatro vereadores compõe o grupo político do deputado Agenor Neto; e três parlamentares estão na base política do ex-deputado Marcelo Sobreira (PDT).


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.