REGIONAL

Sindurca pede reintegração de servidores demitidos por perseguição política


Repercute de forma negativa a demissão de vários servidores da Universidade Regional do Cariri (Urca). Os indícios para as demissões apontam para perseguição política por parte da direção da instituição de ensino.

O Sindicato dos Docentes da Urca (Sindurca) divulgou nota em que se solidariza com funcionários recém demitidos da Universidade Regional do Cariri (Urca) e externa profunda preocupação com o fato.

A nota destaca que as demissões dos servidores com longo período de trabalho na instituição endossam os ataques às liberdades democráticas. “Uma vez que as demissões, ao que tudo indica, possuem fortes indícios de perseguição política, consequência do último pleito de consulta para Reitor da URCA, demonstrando como é danosa a forma de consulta atual, particularmente para funcionários(as) sem estabilidade e professores(as) substitutos(as) e temporários(as), que se encontram em situação de alta vulnerabilidade.”

O Sindicato reivindica realização de concurso público para o corpo técnico-administrativo da Urca, a imediata reintegração dos funcionários demitidos, a rediscussão de mecanismo de estabilidade, e a realização de concurso público.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.