REGIONAL

Ceará tem 1000 pacientes com esclerose múltipla


Ontem, dia 30 de agosto foi comemorado o Dia Nacional da Conscientização da Esclerose Múltipla. Apesar dos avanços da medicina, a doença ainda é um mistério para a ciência e não tem cura.

A esclerose múltipla é uma doença que atinge o sistema nervoso central. É uma doença que não tem cara, não dá para saber quem vai desenvolver e também não tem prevenção nem cura. O paciente precisa conviver com as sequelas para sempre. Mas o que ajuda a dar mais qualidade de vida aos pacientes é o diagnóstico correto o quanto antes.

A doença acomete geralmente pessoas jovens, com idades entre 20 e 40 anos. As mulheres são as que costumam ser mais acometidas, apesar de a doença também se manifestar em homens. A doença não tem cura, mas tem tratamento que ajuda a evitar o avanço dos sintomas.

De acordo com a Associação dos Amigos e Portadores de Esclerose Múltipla do Ceará, são cerca de 1000 pacientes com a doença no estado e que dependem de medicamentos vindos do SUS. A maior luta no momento é para conseguir os exames de diagnóstico e acompanhamento de evolução da doença.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.