CIDADE

Câmara de Iguatu muda composição partidária após fim de prazo para filiações


Após o prazo final para as filiações partidárias e o encerramento da janela partidária, que viabilizou a mudança de partido para os pretensos candidatos ao pleito deste ano, a maioria das câmaras municipais do país passaram por várias mudanças, em relação às suas composições de bancada.

No caso da Câmara de Iguatu, algumas bancadas foram ampliadas e outras deixaram de existir. Dos 17 vereadores que compõem o legislativo municipal, 11 mudaram de partido. Somente seis parlamentares permaneceram em suas siglas partidárias.

O Republicanos, antigo PRB, passa a ser composto pelos seguintes vereadores: Rubenildo Cadeira, Ronald Bezerra, Diego Felipe, Zilfran Fereira e Josias Lucas.

A base do prefeito Ednaldo Lavor ainda permanece com 10 vereadores e tem em suas fileiras os seguintes parlamentares: Eliane Braz (esposa do prefeito), Pedro Lavor, Eudisvan, Marciano do Povo e Bandeira Júnior.

A base oposicionista permanece com 7 vereadores, divididos em duas bancadas. Na ala que tem como líder o deputado estadual Marcos Sobreira (PDT), o partido conta agora com dois parlamentares: Mário Rodrigues e Marconi Filho, antes filiado ao PROS. O vereador Vicente Reinaldo segue no PP.

Na base do deputado Agenor Neto, os quatro vereadores se dividem em dois partidos. O PSB, ^ficou composto pelos vereadores Antônio Baixinho e Lindovan Oliveira, ex-PSD. No SD, ficaram Louro da Barra e Edson Adriano.

Com as mudanças, o números de partidos com representações na Câmara sofreu diminuição. Das 12 siglas que compunham o legislativo municipal, se resumiram em apenas seis. Ficaram sem nenhum representante os seguintes partidos: PSDB, MDB, PROS, PHS, PTB e PMN.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.