REGIONAL

Ministério Público Eleitoral emite parecer pela desaprovação das contas de Ednaldo Lavor por indícios de "Caixa 2" na campanha


O Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da Promotoria de Justiça Eleitoral da 13ª Zona Eleitoral, emitiu parecer pela desaprovação das contas eleitorais da campanha do prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor (PSD).

O documento, assinado pelo promotor de Justiça Eleitoral, Paulo Hilário Aragão Mont'Alverne está datado de 15 de fevereiro de 2021.

Entre os pontos elencados, o parecer da promotoria apontou que as irregularidades verificadas nas contas do prefeito Ednaldo violam a transparência e a lisura da prestação de contas e dificultam o efetivo controle, por parte da Justiça Eleitoral, sobre a licitude da movimentação dos recursos de campanha, além de denotar possíveis desvios na administração financeira da campanha e a prática do famigerado "caixa 2". 

Ainda de acordo com o parecer do Ministério Público Eleitoral, na análise da documentação há fortes e insuperáveis indícios de captação de recursos de fontes vedadas e ou aplicação desses recursos em despesas ilícitas, suficientes para a rejeição das contas, por representarem vícios graves e insanáveis, que contrariam dispositivos centrais da Lei nº 9.504/97.

"Em face do exposto, manifesta-se o Ministério Público Eleitoral pela desaprovação das contas de campanha sob exame, nos termos do artigo 74, inciso III, da resolução nº 23.607/2019 do Tribunal Superior Eleitoral."

 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.