POLITICA

Ministro da Economia admite aumentar valor do auxílio emergencial, mas fala em contrapartidas


O ministro Paulo Guedes (Economia) afirmou nesta quinta-feira (25) em audiência no Congresso que governo e parlamentares devem trabalhar juntos em maneiras de aumentar a transferência de recursos aos mais pobres, como o auxílio emergencial e o Bolsa Família. Ele defendeu que a elevação dos recursos seja acompanhada de contrapartidas nas contas públicas.

O ministro afirmou ser preciso buscar o dinheiro para os aumentos entre fontes de financiamento disponíveis. "Temos que trabalhar isso sim e vamos trabalhar juntos, para aumentarmos o valor. Agora, tem a contrapartida. De onde vai sair esse dinheiro? Temos que buscar esse dinheiro", disse.

As declarações de Guedes foram dadas em resposta a senadores que o questionaram sobre a possibilidade de elevar o valor do auxílio emergencial.

Guedes respondeu comentando tanto o auxílio emergencial como o Bolsa Família. Ele criticou o valor do programa social criado na era Lula, que ainda paga um valor médio de R$ 200, e disse estar "indignado" com os montantes pagos até hoje.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.