POLITICA

STF mantém decisão e conclui que Moro foi parcial ao condenar Lula


O Supremo Tribunal Federal declarou, por sete votos a quatro, que o ex-juiz Sérgio Moro atuou com parcialidade ao julgar o ex-presidente Lula nos processos em que o político é reú no caso do triplex do Guarujá.

No caso dessa quarta-feira, a defesa do ex-presidente alega que o ex-juiz não detinha a imparcialidade necessária para julgá-lo, tendo como base os arquivos obtidos pela Operação Spoofing em ação contra hackers, que revelaram a troca de mensagens entre Moro e os procuradores da Operação Lava-Jato.

Com o reconhecimento de que Moro estava em condição suspeita ao julgar Lula, o resultado levará à anulação de todas as decisões proferidas pelo então juiz do caso, incluindo provas e denúncias coletadas, que  não poderão ser utilizadas em um eventual novo julgamento pela Justiça Federal do Distrito Federal, para onde o caso foi enviado.

 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.