NACIONAL

Ex-ministro da Saúde Pazuello nega ter negociado aquisição de vacinas


O ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello divulgou nota à imprensa, nesta sexta-feira (17), na qual nega que tenha negociado compra de vacina CoronaVac diretamente com empresários. Segundo Pazuello, em momento algum ele, no cargo de ministro, negociou aquisição de vacinas, fato que já foi reiteradamente informado na CPI da pandemia e em outras instâncias judiciantes.

O comunicado foi enviado à Folha como notificação extrajudicial requerendo Direito de Resposta juntamente com a Nota de Esclarecimento a ser veiculada pelo veículo alvo de requerimento. 

O jornal publicou reportagem, revelando que, em um encontro fora da agenda, o ex-ministro teria prometido a um grupo de intermediadores comprar 30 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac. 

O imunizante, segundo a reportagem, teria sido oferecido ao governo federal por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan.

Na nota, Pazuello diz que a reunião ocorreu após pedido formal endereçado ao Ministério da Saúde e que teria ido d encontro aos empresários para cumprimentá-los.

“Ante a importância da temática, uma Equipe do ministério da Saúde os atendeu e este então Ministro de Estado – que detém o papel institucional de representar o Ministério da Saúde – foi até a sala unicamente para cumprimentar os representantes da Empresa, após o término da reunião.”


 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.