Postura de Lula é questionada por sindicalistas e antigos aliados


Centrais sindicais que participaram do movimento Lula Livre e líderes de partidos historicamente alinhados ao PT têm demonstrado descontentamento com a atuação política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde que ele deixou a cadeia, em novembro de 2019.

Segundo eles, Lula tem feito uma política muito "estreita". O movimento é interpretado por petistas como uma tentativa de isolar Lula e o PT e levar a centro-esquerda para projetos mais amplos como os de Ciro Gomes (PDT) ou do apresentador de TV Luciano Huck (sem partido).

Força Sindical, CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil) e UGT (União Geral dos Trabalhadores) não foram convidadas para reunião nacional da campanha Lula Livre marcada para este sábado, dia 18, em São Paulo.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Policial

Facebook