Secretária de Saúde de General Sampaio é afastada por suspeita de comprar oxigênio adulterado


A secretária municipal de saúde de General Sampaio, Maria Cordeiro Moreira, foi afastada do cargo após suposto envolvimento no esquema de adulteração de oxigênio medicinal que seria distribuído para atender pacientes com Covid-19 em hospitais da região do Vale do Curu. 

A decisão foi proferida, nesta quarta-feira (17), pelo promotor de Justiça Jairo Pequeno Neto, da Vara Única de Pentecoste, após denúncia do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE). 

Na última sexta-feira (12), um empresário do município de Pentecoste foi preso em flagrante por reenvasar parte do oxigênio hospitalar para um recipiente menor e comercializar em cilindro maior. A adulteração ocorria em uma oficina mecânica. 

O responsável pelo estabelecimento delatou que a secretária tinha conhecimento da irregularidade. Mesmo assim, segundo o acusado, ela o pressionava para realizar a alteração, alegando urgência no procedimento em razão do transporte de pacientes. 

O acusado apresentou provas de que as vendas de oxigênio feitas em sua oficina para a cidade ocorreram de maneira ilegal no ano de 2021, sem o devido processo de dispensa de licitação, formulação de contrato ou cotação de preço.

Ainda segundo o MPCE, a investigação apurou que a secretária, após a prisão do empresário, teria procurado outro estabelecimento para realizar a mesma conduta ilícita de alteração de oxigênio. 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Policial

Facebook