REGIONAL

Ex-primeira dama de Lavras recebe R$ 16 mil da Prefeitura, enquanto servidores seguem com salários em atraso

A ex-secretária de Ação Social de Lavras da Mangabeira, Maria de Fátima Rodrigues, não perdoou o município por não lhes ter pago o décimo terceiro salário nos três primeiros anos de sua gestão na pasta, e, ao sair da Prefeitura resolveu requerer todas as parcelas de uma vez só, inclusive do ano de 2016.

Conforme cópia de contracheque postado abaixo, a ex-primeira dama recebeu uma quantia de R$ 16 mil reais em valores brutos. Fátima é esposa do ex-prefeito do município, Dr. Tavinho (PDT). Os R$ 16 mil são referentes a soma do salário base, R$ 3.200, mais R$ 12.800 relativos à parcelas do 13º salário.

Os proventos referentes às parcelas do 13º salário, recebidos pela ex-secretária da Assistência Social, Fátima Rodrigues, a priori, parecem estar dentro da legalidade, mas tem repercutido entre a população de Lavras da Mangabeira como uma medida imoral. Acontece que o ex-prefeito Dr. Tavinho, derrotado no pleito de 2016, chegou a enfrentar na reta final de sua gestão uma greve de servidores por salários atrasados, situação que permanece até agora, uma herança maldita para o novo prefeito Ildsser Alencar (PMDB) resolver. 



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.