CIDADE

Missa de Cinzas abre período da Quaresma em Iguatu

Na paróquia N. Senhora do Perpétuo Socorro, em Iguatu, fiéis recebem a imposição das cinzas 
Teve início hoje, quarta-feira (01), o período da Quaresma, em preparação para a celebração da Páscoa. A liturgia da Quarta-feira de Cinzas, celebrada pela igreja Católica, assinala para os cristãos o início da Quaresma. Depois de quatro dias de Carnaval, os fiéis são chamados a participar de um tempo de práticas de caridade, oração e jejum.

Em todas as paróquias de Iguatu foram celebradas a Missa das Cinzas, momento em que realiza-se o rito da imposição das cinzas em forma de cruz, na testa dos fiéis ou mesmo sobre a cabeça, como sinal de penitência, no sentido da conversão, segundo a tradição católica. Jovens, adultos e idosos participaram do ato religioso, numa demonstração de continuidade do rito litúrgico e da tradição. 

Após impor a cinza, o celebrante expressa: 'Convertei-vos e crede no evangelho'. O pároco João Batista, da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Iguatu, celebrou a missa de Quarta-feira de Cinzas às 6 horas da manhã. Ele lembrou que este período é tempo de retiro espiritual, de preparação e crescimento na fé. "Os cristão são chamados a sair de uma vida superficial, do pecado", disse. 

Campanha da Fraternidade

Na data de hoje também é lançada a Campanha da Fraternidade, que este ano tem como tema:  ‘Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida’ e o lema ‘Cultivar e guardar a criação’. Em Iguatu, o lançamento oficial da campanha acontecerá ao meio dia, em cadeia de rádio, pelo bispo diocesano, Dom Edson de Castro Homem.

A proposta é dar ênfase a diversidade de cada bioma e criar relações respeitosas com a vida e a cultura dos povos que neles habitam, especialmente à luz do Evangelho. 

No Brasil, a Campanha já existe há mais de 50 anos e sua abertura oficial sempre acontece na quarta-feira de cinzas, época na qual a Igreja convida os fiéis a experimentarem três práticas penitenciais: a oração, o jejum e a esmola.  

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.