POLITICA

“Ciro me teme”, fala Dória sobre desafeto político no Ceará


Alvo de críticas do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), resumiu seu desafeto político com o pré-candidato a presidente dizendo que Ciro o teme. Dória esteve em Fortaleza, nesta sexta-feira (18), em encontro com empresários do Ceará, no La Maison Buffet.

Questionado se disputar a presidência da República em 2018 com eventual chapa de Ciro e Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo, seria uma ameaça ao PSDB, o tucano disse não ser candidato e preferia não comentar. Mesmo assim, alfinetou o possível adversário e se colocou como possível ameaça.

“Ele (Ciro) me teme, assim como Lula e o petismo me temem também”, afirmou Dória. O prefeito de São Paulo voltou a sugerir tratamento psiquiátrico ao pedetista. “Ao Ciro Gomes, um recado: que ele intensifique sua consulta ao psiquiatra”, disse.

Em entrevista ao El País neste mês, Ciro chamou Dória de “farsante” que “enriqueceu pelo lobby”.

Dória aparece na disputa como nome paralelo do PSDB diante dos interesses de tradicionais nome do partido, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Em Fortaleza, Dória afirmou não ser pré-candidato e disse que a série de visitas por capitais nordestinas são feitas sob papel político de prefeito.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.