POLITICA

Deputados já admitem não aprovação do fundo e querem volta do financiamento privado


O fim de semana foi de discussão entre líderes dos principais partidos da Câmara dos Deputados. Eles querem chegar a um acordo sobre a melhor proposta para aprovar uma reforma política. Informalmente, já admitem ser quase impossível a aprovação do fundo de financiamento público de campanha, com verba de R$ 3,6 bilhões, informa a Coluna do Estadão desta segunda-feira (21).

Com isso, estudam o resgate do financiamento privado, com doações de empresas, mas com regras bem mais rígidas para evitar a repetição de escândalos. “Vejo com muita dificuldade a aprovação do fundo público”, admite o líder do PMDB, Baleia Rossi (SP).

Para o líder do PSDB, Ricardo Trípoli (SP), é preciso dar uma “freada de arrumação” para que a reforma possa ser aprovada. Ele acha que um dos erros da discussão é a falta de sintonia com o que a opinião pública está cobrando dos políticos.

“A reforma deveria nascer de fora para dentro do Congresso”, defende Rossi.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.