CIDADE

Biblioteca na periferia de Iguatu contribui para o aprendizado


A instalação de uma biblioteca comunitária no bairro Vila Neuma, na periferia da cidade, contribui com o aprendizado e a alfabetização de crianças e adolescentes. O projeto foi criado há cerca de 10 anos, mas passou a funcionar somente há três, contemplando moradores de comunidades vizinhas por meio do acesso à leitura.

Denominada Francisco Ítalo Nunes, nome em homenagem a um policial morto em 2011 durante um acidente de trânsito, a biblioteca fica em um pequeno prédio na Rua Souza Alexandre. Diariamente, jovens procuram o equipamento de pesquisa em busca de novidades para a leitura. “Gosto de suspense e também de romance. Estou me habituando a ler. Sempre passo por aqui e quando tem alguma novidade levo para casa”, disse a estudante Iraraina Gouveia, de 16 anos.

Da prisão à liberdade

O prédio onde funciona a biblioteca Ítalo Nunes durante muito tempo foi sede de um posto policial. “Onde era a cela, gabinete e corredor, agora está tomado por estantes cheias de livros. É como costumo dizer, o espaço foi transformado em um local para quem busca conhecimento. Saiu das algemas para a liberdade, de conhecimento, de cultura”, disse o idealizador do projeto, líder comunitário e vereador Antônio Baixinho, que doou todo material e acervo para a Associação Cultural do Bairro.

Reforço escolar

A presidente da associação, Marciana Lopes, destaca que o equipamento é um espaço transformador, que permite o acesso ao conhecimento por meio da leitura. Marciana também dá aulas de reforço escolar gratuito para as crianças. As aulas acontecem três vezes por semana. "A nossa ideia é desenvolver novas ações culturais envolvendo ainda mais a comunidade, com atividades voltadas para a música, dança e o teatro. Já iniciamos algumas dessas atividades e se Deus quiser, conseguiremos colocar em prática”, disse.

(Com informações do Jornal A Praça)

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.