REGIONAL

Número de divórcios no Ceará aumenta 98% em cinco anos


A Lei que instituiu o divórcio no país completou 40 anos. Muito burocrático no início, o processo era longo e complicado. 

O número de dissolução legal do casamento no Ceará aumentou 98% nos últimos cinco anos. Em 2010, foram concretizados 5.034 divórcios no Estado. Já em 2015, o total pulou para 9.970 casos. É o percentual mais alto do Nordeste e, em números absolutos, o sétimo do país. Para especialistas, os dados do IBGE apontam que a sociedade cearense mudou muito, principalmente para as mulheres.

Para o vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, OAB do Ceará, Roberta Vazquez, um dos motivos para o crescimento dos divórcios é simplesmente porque se separar, hoje, é bem mais fácil, sem intervenção da igreja e muito menos do Estado.

Roberta Vazquez destaca que desde 2010, ano da mais recente alteração na legislação, se tornou possível realizar um divórcio sem passar pelo processo de separação judicial, desde que totalmente consensual, e isso eliminou de vez a questão da culpa de um dos cônjuges.

A psicóloga Maria Suely Pires observa que um dos fatores responsáveis pelo aumento do divórcio é o empoderamento feminino. A mulher hoje está incluída no mercado de trabalho, participa das transformações da sociedade e não é mais aquela que aguentava tudo calada. "Hoje, quando o desgaste do dia a dia começar a pesar, os projetos de futuro começam a ser questionados e ela tem opções para sobreviver sozinha ou com os filhos", diz a psicóloga. 

 Na visão da coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Gênero, Idade e Família da Universidade Federal do Ceará, Maria Dolores Mota, além do citado anteriormente, os casamentos continuam em alta, incluindo a possibilidade das uniões de pessoas do mesmo sexo. "Temos que considerar o fato de que o foco do matrimônio não está mais na família e sim no amor. Busca-se um amor para viver e a família é uma consequência. O contrário do que ocorria em décadas passadas", diz a pesquisadora.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.