REGIONAL

Três pessoas morrem e uma é hospitalizada ao inalar gás tóxico em tanque no Ceará


Três pessoas morreram e uma quarta foi hospitalizada quando limpavam um tanque de dejetos de animais aquáticos em um centro de reabilitação que funciona no Sesc de Iparana, na Grande Fortaleza, na tarde desta quinta-feira (19).

De acordo com o Serviço Social do Comércio (Sesc), as vítimas são funcionários da Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos (Aquasis), entidade de proteção ambiental. O Sesc cede, por contrato, um espaço do balneário em Iparana, em Caucaia, para a associação, que abriga peixes-boi em criadouros.

A Aquasis disse, em nota, que "enfrenta grande pesar". "Neste momento, estamos dando toda a atenção e suporte às famílias das vítimas, bem como adotando todas as providências legais e necessárias para minimizar a dor desse momento de perda, assim como as autoridades competentes", afirmou. A associação confirmou que os funcionários sofreram um acidente de trabalho durante um procedimento de manutenção na casa de filtros.

Segundo o Corpo de Bombeiros, é comum a presença de gases tóxicos em poços, onde o ar também é mais rarefeito. A combinação dos fatores, conforme os bombeiros, causa desmaios. "Com a pessoa desmaiada, ela continua a inalar gás tóxico e ela acaba por falecer, por isso sempre recomendamos o uso de equipamentos apropriados, com máscaras eficientes", alerta a capitã Juliane Freire, do Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe exatamente qual gás foi inalado.

Conforme relato de testemunhas, uma pessoa entrou na área de tratamento de dejetos animais, onde há fluxo de gases tóxicos, e desmaiou. Outras duas pessoas desceram à área de tratamento para prestar socorro e também morreram.

Ainda conforme testemunhas, uma quarta pessoa tentou ajudar os funcionários, mas passou mal e desistiu. Ela foi socorrido por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e está hospitalizada.

Equipes dos Bombeiros foram enviadas ao local para atender a ocorrência. Segundo os Bombeiros, os funcionários resgatados não reagiram ao receberem massagem cardíaca e o óbito foi constatado logo em seguida.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.