POLICIAL

Chacina em Fortaleza deixa 14 pessoas mortas


Uma chacina deixou pelo menos 14 mortos na madrugada deste sábado, em Fortaleza. Um grupo armado invadiu, por volta das 0h40, uma festa que acontecia na casa noturna Forró do Gago e abriu fogo contra dezenas de pessoas que estavam no local, localizado no bairro Cajazeiras, na periferia da capital cearense. Durante a tarde, uma pessoa foi presa suspeita de participação nas mortes e um fuzil foi apreendido.

A polícia investiga se a chacina, a maior já registrada no Estado, foi motivada por um conflito entre facções criminosas rivais.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado, seis das vítimas eram homens e oito, mulheres – duas delas menores de idade. Seis feridos foram levados para o hospital Instituto Dr. Jose Frota, maior centro médico de emergência de Fortaleza.

A chacina em Cajazeiras é a terceira registrada em Fortaleza em menos de um ano. Em junho de 2017, seis pessoas foram mortas no bairro Porto das Dunas, também em uma festa. Em novembro, outra chacina vitimou quatro adolescentes detidos, que foram retirados por criminosos do Centro Educativo Mártir Francisca.

O episódio reitera o cenário de violência que marca o Ceará. O Atlas da Violência 2017, estudo realizado pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostra que a taxa de homicídios por 100 mil habitantes no estado do Ceará cresceu 47% entre 2010 e 2015, ano em que foram contabilizados 4.163 homicídios.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.