CIDADE

Moradores denunciam possível crime ambiental em área de lagoa em Iguatu


O aterramento de uma área de lagoa, localizada às margens da Avenida perimetral, em Iguatu, vem repercutindo de forma negativa nas redes sociais e em outros meios de comunicação do município.

A polêmica teve início nesta semana, após a  publicação de um vídeo nas redes sociais, dando conta do aterramento de um terreno, de propriedade de um empresário da cidade. 

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente ainda não se manifestou. O órgão tem a sua frente o ex-chefe do escritório Regional do Ibama em Iguatu, Fábio Bandeira. E enquanto as autoridades não se posicionam sobre o assunto, o terreno permanece sendo aterrado de forma inescrupulosa. 

O proprietário do terreno se defende e diz que a área não é área de lagoa e, portanto, tudo que está sendo feito é dentro da legalidade da lei. 

A palavra final fica com a Prefeitura de Iguatu, afinal, o terreno que está sendo aterrado é ou não é uma área de lagoa?




Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.