CIDADE

Deputado Agenor Neto reafirma compromisso de lutar pela implantação dos cursos de medicina em Iguatu

Foto: Máximo Moura
O deputado estadual Agenor Neto usou a tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão plenária desta quinta-feira (22/02) para destacar a decisão do Ministério da Educação (MEC), que reprovou a vinda dos cursos de medicina para o município de Iguatu. Ele observa que a Faculdade é uma luta antiga, importante para a saúde pública e para o desenvolvimento da região. “Infelizmente, fomos surpreendidos com o relatório do Ministério da Educação que, dos quatro municípios selecionados - Canindé, Itapipoca e Canindé - Iguatu foi o único que recebeu o conceito não satisfatório", frisou. 

O deputado informou ainda que, na quarta-feira, esteve reunido com o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira, e também em audiência com o secretário Nacional de Ensino Superior, Paulo Monteiro Barone, para verificar in loco as dificuldades encontradas pelos técnicos do Ministério da Educação para aprovação dos cursos. 

O parlamentar destacou que, dentre os pontos desfavoráveis ao município foi a  falta de estrutura do Hospital Regional e a necessidade de três residências médicas. “Em 2016 tínhamos a melhor rede de saúde mental do Nordeste, e hoje está havendo um verdadeiro desmonte. Quanto ao Hospital Regional, conseguimos recursos da ordem de R$ 4 milhões de reais”, observou.

Agenor Neto pediu para que a Prefeitura de Iguatu cumpra o prazo até 2 de março para o recurso. "Se tivermos o apoio das forças do bem que queiram realmente essa faculdade de medicina, com certeza poderemos estar comemorando uma nova avaliação do MEC e a efetivação desses cursos no município de Iguatu", disse.

O parlamentar também deu detalhes de sua viagem à Brasília, para tratar, dentre outros assuntos, da liberação de ambulâncias para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ele informou que se reuniu com o ministro da Saúde Ricardo Barros, e apresentou os pleitos. "Estamos com ambulâncias em situação de uso de três anos a cinco anos e fomos pedir para que fossem liberados cerca de 90 veículos para o estado do Ceará", disse.

Confira o pronunciamento na íntegra de Agenor Neto




Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.