NACIONAL

Governo avalia recriar o vale gás para aliviar a alta no botijão



O governo federal estuda uma maneira de compensar o aumento no preço do botijão de gás para a população mais pobre do país. O Palácio do Planalto também trabalha com a ideia de antecipar para março o reajuste do benefício do Bolsa Família para compensar o aumento do gás, que em dezembro teve alta de 16,39% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Em entrevista na manhã de sexta-feira (9) o presidente Michel Temer afirmou que estuda uma maneira de compensar o aumento para a população mais pobre. Ele afirmou que um anúncio será feito nos próximos dias, mas não deu detalhes.

No início da tarde, o presidente se reuniu com a equipe econômica, no Palácio do Planalto, para discutir possibilidades. No encontro, duas alternativas foram cogitadas: A primeira seria a criação de uma espécie de vale gás para as pessoas inscritas no Cadastro Único do Governo, que reúne famílias de baixa renda. A segunda foi a criação de uma verba direcionada no cartão do Bolsa Família para a compra do botijão de gás.

As propostas vão passar por estudos técnicos e jurídicos para saber a viabilidade de ambas.
Sobre o reajuste do Bolsa Família, o presidente queria conceder um aumento de 4,6%, mas a área econômica do governo avaliou que, em meio à crise financeira, não havia espaço orçamentário. O impacto do reajuste seria de R$ 800 milhões.  

Redação: Luiz Vasconcelos

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.