NACIONAL

Trabalhador cearense tem o sexto pior rendimento médio do país, diz IBGE


Um levantamento divulgado nesta quarta-feira (28), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o trabalhador cearense tem um rendimento médio de R$ 824, o que representa o sexto pior do Brasil. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (Pnad Contínua). No Brasil, o rendimento médio é R$ 1.268, segundo o IBGE.

O trabalhador cearense recebe menos que os de Rio Grande do Norte (rendimento médio de R$ 845), Sergipe (R$ 834), Pernambuco (R$ 852), Bahia (R$ 862) e Paraíba (R$ 928).

O rendimento domiciliar per capita é o resultado da soma dos rendimentos recebidos por cada morador, dividido pelo total de moradores do domicílio. Essas estimativas servem como base para o rateio do Fundo de Participação dos Estados (FPE), segundo a Lei Complementar nº 143, de julho de 2013.

A PNAD Contínua é realizada a cada trimestre para obter informações socioeconômicas em mais de 211 mil domicílios, distribuídos em cerca de 3.500 municípios do país.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.