CIDADE

Mesmo alegando crise financeira, prefeito de Iguatu obtém aval para criar mais de R$ 20 mil em cargos


Depois de admitir, durante entrevistas em emissoras de rádio a dificuldade para realizar projetos importantes para a cidade por falta de recursos, o prefeito de Iguatu Ednaldo Lavor (PDT) obteve na noite desta quinta-feira, 22, autorização da Câmara Municipal para criar mais 5 novos cargos na Prefeitura. 

Foram 11 votos a favor e três contra, dos vereadores Antônio Baixinho (PSB), Lindovan Oliveira (PSD) e Louro da Barra (MDB). O custo estimado mensal com a criação dos cargos é de R$ 20.300,00.

Durante as discussões do projeto nº 014/2018, o vereador Lindovan Oliveira fez questão de esclarecer e criticar a proposta “inteligente” do prefeito de Iguatu. "O projeto extingue 23 cargos que não estavam sendo ocupados na gestão municipal, mas, em compensação, o gestor cria cinco novos cargos que vão onerar a folha num montante de mais de vinte mil reais mensal", disse o parlamentar.

O vereador Louro da Barra, da bancada de oposição, criticou o projeto, e disse que, num momento de crise, não é hora de aumentar os custos da máquina pública. "Porque criar novos cargos se até ontem faltava remédios nos postos de saúde, faltava merenda nas escolas. É triste ter que admitir um projeto desse tipo nessa casa e saber que vai ser aprovado porque o prefeito tem maioria", disse.

Por: Luiz Vasconcelos
Jornalista MTB 003715/CE



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.