REGIONAL

Ceará tem mais de um milhão de crianças e adolescentes em situação de pobreza


Ceará possui quase um milhão e duzentas mil crianças e adolescentes vivendo em situação de pobreza, ou seja, com menos da metade de um salário mínimo. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira (24), pela Fundação Abrinq, com indicadores sociais relacionados à infância e adolescência no Brasil.


Os índices relacionados ao Ceará mostram que 61% das pessoas com faixa etária entre 0 e 14 anos vivem em situação domiciliar de pobreza, o que significa que, de cada cinco crianças, três vivem nessas condições. Daquele total, há ainda aquelas crianças e adolescentes que se encontram na faixa da pobreza extrema. São mais de 560 mil meninas e meninos com menos de 1/4 de um salário mínimo para sobreviver.

Os números referem-se ao ano de 2015, quando o salário mínimo federal correspondia a R$ 788,00. O Norte e o Nordeste são as regiões com piores índices, onde, 54% das crianças e 60%, respectivamente, não têm condições suficientes para se manterem de forma adequada.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.