POLITICA

Em novo depoimento, Odebrecht diz que "quanto mais" falar, mais irá complicar Lula


Em depoimento ao juiz federal Sergio Moro nesta quarta-feira (11), o empresário Marcelo Odebrecht afirmou que "quanto mais" falar, mais irá "complicar a vida" do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A afirmação foi feita em resposta à defesa de Lula, que questionou Odebrecht sobre os e-mails acrescentados pelo empresário, em fevereiro, a um processo em que ele e o ex-presidente são réus. A investigação apura a suposta compra de um terreno, pela empreiteira, para uma sede do Instituto Lula. A entidade nunca chegou a ocupar o imóvel, que fica na zona sul de São Paulo.

No interrogatório, o advogado Cristiano Zanin Martins, que integra a defesa do ex-presidente, se queixou de não ter tido acesso ao computador de Odebrecht.

"A defesa de Luiz Inácio Lula da Silva não teve acesso ao computador do senhor, lamentavelmente. Então eu tenho, aqui, restrições ao meu trabalho, porque eu efetivamente só vou questionar o senhor em relação aos e-mails que o senhor selecionou. Quantos e-mails o senhor analisou, senhor Marcelo?", questionou o advogado.

"Eu já devo ter encaminhado mais de 3 mil e-mails. Eu digo para o senhor o seguinte: é melhor que a defesa de Lula fique com os e-mails, porque quanto mais eu vou, mais complica a vida dele", respondeu o empresário.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.