POLICIAL

PRF apreende 164 kg de maconha paraguaia e prende integrantes

Um homem e duas mulheres foram presos quando transportavam a droga ( Foto: Divulgação / PRF )
A Polícia Rodoviária Federal apreendeu na noite desta quarta-feira (25), na BR-020, no município de Pedra Branca, 164 kg de maconha vindos do Paraguai, além de R$ 2,5 mil em notas falsas. A droga e o dinheiro falsificado estavam escondidos em um compartimento falso de um veículo Ford 250, ocupado por um homem e duas mulheres da capital cearense.

Os três suspeitos apresentaram contradições durante a entrevista, o que despertou a desconfiança dos agentes. Durante as buscas no veículo, foram encontrados escondidos em um compartimento falso 164 kg de maconha e 50 notas falsas de R$50,00. 

Os suspeitos confessaram que a droga e o dinheiro foram adquiridos na cidade de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul, e que a teria sido encomendada por um presidiário cearense ligado à facção criminosa Comando Vermelho. Os três indivíduos ainda informaram que a droga seria entregue em Fortaleza e que receberiam R$ 15 mil pelo transporte.

Os suspeitos foram conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Fortaleza, onde foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico, moeda falsa, falsificação documental e adulteração de sinal identificador veicular.

Prisão dos receptadores

Após a apreensão da maconha e do dinheiro falso, a PRF, com apoio da Polícia Federal (PF), se dirigiu para o local indicado como destino da mercadoria, no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza. No local, foram presos os receptadores: três homens de 25 anos. 

Os agentes verificaram que um deles possui antecedentes criminais pelos crimes de homicídio, receptação e porte ilegal de arma de fogo.

No interior da residência, ainda foram encontradas duas carteiras de identidade falsificadas, e foi apreendido um veículo Ford Ka pertencente a um dos receptadores. De acordo com as investigações, os homens presos pertenceriam à facção criminosa Comando Vermelho.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.