NACIONAL

Analfabetismo ainda é realidade para mais de 11 milhões de brasileiros, aponta IBGE


Entre 2016 e 2017, a taxa de analfabetismo no país entre pessoas com 15 anos ou mais foi estimada em 7%, uma queda de 0,2 ponto percentual em relação aos 7,2% registrados em 2016. Apesar da queda, o país tinha no ano passado 11,5 milhões de analfabetos.

Os dados fazem parte da pesquisa Educação 2017, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilio Contínua (Pnad Contínua).

De acordo com o IBGE, a pesquisa constatou a existência de uma relação direta entre analfabetismo e idade. Na Região Nordeste, por exemplo, 38,6% da população de 60 anos ou mais não sabiam ler ou escrever um bilhete simples. Essa taxa é quatro vezes maior que a do Sudeste para o mesmo grupo etário, que foi de 10,6% em 2017.

De acordo com a especialista do IBGE, o levantamento mostra também que a taxa de analfabetismo caiu mais entre as pessoas de cor preta ou parda, se mantendo praticamente estável na população com 15 anos ou mais de cor branca.

A pesquisa constatou que, em 2017, 25,1 milhões das pessoas de 15 a 29 anos de idade não frequentavam a escola, cursos pré-vestibular, técnico de nível médio ou de qualificação profissional e não haviam concluído uma graduação.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.