NACIONAL

Sistema contra fraudes no seguro-desemprego bloqueia mais de mil pedidos no Ceará


O sistema de Detecção e Prevenção à Fraude no Seguro-Desemprego implantado pelo Ministério do Trabalho em dezembro de 2016 já bloqueou mais de R$ 6 milhões de reais somente no Ceará, o equivalente a 1.091 benefícios. Com quase 62 mil requerimentos bloqueados nesse período no País, o Antifraude chega perto de R$ 313 milhões em fraudes bloqueadas em todo o Brasil.

A economia total, no montante exato a mais de R$ 965 milhões até agora, inclui a soma de R$ 313 milhões em fraudes já bloqueadas e R$ 652 milhões em ilícitos previstos. No primeiro caso, a fraude já ocorreu, mas o sistema conseguiu impedir o pagamento de parcelas previstas. Já no segundo, são consideradas fraudes evitadas desde o início do projeto, além de uma projeção da Coordenação do Seguro-Desemprego de ilícitos que seriam cometidos nos próximos 12 meses, mas que foram impedidos com o uso da tecnologia.

As fraudes comprovadas são comunicadas à Polícia Federal. Quem tiver o seguro-desemprego bloqueado deve procurar o Ministério do Trabalho, pois existem casos em que o próprio trabalhador não sabe que seus dados foram utilizados por fraudadores.

Implantado no âmbito da Secretaria de Políticas Públicas de Emprego (SPPE), o sistema Antifraude é uma solução avançada de análise, que utiliza tecnologia para colher dados, informações e conhecimentos, subsidiando o processo de detecção de indícios de fraudes, conluios e riscos associados à gestão de recursos do Seguro-Desemprego, em todas as suas modalidades – Emprego Formal, Doméstico, Pescador e Bolsa Qualificação.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.