POLITICA

Em visita ao Ceará Bolsonaro chama Ciro de cangaceiro e ataca "maconheiros"


Milhares de simpatizantes de Jair Bolsonaro (PSL) foram ao aeroporto Pinto Martins para receber o pré-candidato a presidente em sua visita  a Fortaleza. A dimensão do ato impressionou. Chamado pela multidão de “mito”, o deputado foi carregado pelo público. Fora do aeroporto, subiu em um trio elétrico, colocou chapéu de vaqueiro, empunhou uma bandeira do batalhão Raio da PM cearense e discursou para a multidão.

Foi um ato político que possui similaridade com os atos que a esquerda fazia para, por exemplo, receber Luis Inácio Lula da Silva nas campanhas presidenciais do petista. Em sua fala, o candidato chamou Ciro Gomes (PDT) de cangaceiro e afirmou que no Ceará não há espaço para “mortadela e maconheiro”, numa referência à esquerda.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.