REGIONAL

67% das crianças de 0 a 3 anos no Ceará estão fora de creches


A região Nordeste do Brasil apresenta a terceira menor taxa de escolarização do país entre crianças de 0 a 3 anos de idade. OS dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2017, do IBGE. Pouco menos de 29% das pessoas desta faixa etária estão em instituições de ensino.

O número teve ligeiro crescimento em pouco mais de 1% em comparação a 2016, mas ainda está bem atrás da segunda região com o maior índice, o Sudeste, que tem 39% das crianças até 3 anos em creches.

Os dados do Ceará seguem o padrão apresentado na região Nordeste. Segundo os últimos dados do Observatório do Plano Nacional de Ensino, de 2015, quase 170 mil crianças estão estudando – o que representa cerca de 33% do total de pessoas até 3 anos. No entanto, mais de 339 mil estão fora das instituições de ensino.

Ainda segundo o levantamento do Observatório, pouco mais de 73% das creches cearenses são da rede pública de ensino, frente a 27% da rede privada.

Segundo o especialista em educação e professor da Universidade de Brasília, Célio Cunha, há uma defasagem histórica em relação aos investimentos nos graus de ensino. Para ele, o financiamento da educação básica não manteve o mesmo dinamismo do ensino superior, sobretudo na década de 1970, quando o governo brasileiro fez um grande investimento nas universidades federais.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.