CIDADE

Diretora da APAE critica falta de apoio da Prefeitura de Iguatu junto à entidade. “A diretoria tenta há mais de dois meses uma reunião com o gestor e não consegue”, diz


A Câmara de Vereadores de Iguatu realizou, nesta terça-feira (28), audiência pública para tratar sobre a Semana da Pessoa com Deficiência, que aconteceu no período de 21 a 28 de agosto, com o tema: "Família e pessoas com deficiências, protagonistas na implementação de políticas públicas".

A audiência pública foi representada por alunos, familiares, diretoria executiva da entidade e amigos.
Durante o evento, a diretora da APAE, Ieda Couras, fez questão de destacar os avanços da instituição, mas também expôs algumas dificuldades, como a falta de profissionais especializados para o acompanhamento de 210 alunos atendidos diariamente pela entidade.

Ieda Couras criticou a ausência do poder público municipal (Prefeitura), e revelou que tenta há vários meses marcar uma reunião com o prefeito Ednaldo Lavor, no entanto não tem obtido êxito.

A representante da entidade também revelou que a Prefeitura de Iguatu deixou de repassar a merenda dos alunos desde março desse ano. Ela disse que essa situação nunca ocorreu, desde a fundação da APAE, há 18 anos.

Outra situação relatada pela diretora da APAE foi a falta de renovação do convênio com o Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da Prefeitura. "Nós temos hoje 210 alunos na entidade que não tem atendimento de nenhum profissional dentro da instituição. Falta psicólogos, fonoaudiólogos, Terapeuta, e outras demandas”, disse.

OUÇA O ÁUDIO:



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.