REGIONAL

Descaso: Obras de matadouro público em Quixelô estão paralisadas há mais de 2 anos

Obras do novo abatedouro público estão paralisadas
A população do município de Quixelô, no Centro Sul do Estado, está amargando um imenso prejuízo com a paralisação, há mais de dois anos, das obras do abatedouro público municipal, iniciadas em 2014, na primeira gestão da prefeita Fátima Gomes.

O novo equipamento fica localizado próximo à Vila dos Firminos, distante três quilômetros da sede, e foi orçado, inicialmente, em R$ 976.544,45, através de convênio entre a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) do Ceará e a gestão municipal. 

Enquanto a prefeita Fátima Gomes (PT) não conclui a obra, a população de Quixelô continua consumindo carne abatida de forma clandestina, sem nenhuma inspeção sanitária. 

O funcionário público José Roberto Lopes cobra com urgência a conclusão da obra. "Nós como cidadãos, estamos cobrando uma urgência para a resolução desse problema na nossa cidade, pois isso está deixando a população apavorada, com medo de contrair algum tipo de doença, devido ao consumo de carne contaminada", disse.

O vereador de oposição Chico César (PSB) considerou o atraso das obras do novo abatedouro público um absurdo. "Essa obra já consumiu quase um milhão de reais e até agora não foi concluída. Um verdadeiro absurdo", disse o parlamentar.





Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.