CIDADE

Vereador denuncia suposto superfaturamento em licitação do SAAE de Iguatu

Vereador Lindovan Oliveira vê fortes indícios de superfaturamento em pregão realizado pelo SAAE
Durante pronunciamento na sessão ordinária da última terça-feira (28), na Câmara Municipal de Iguatu, o vereador Lindovan Oliveira (PSD) apresentou um relatório elaborado pelo próprio parlamentar, comparando os preços de alguns produtos licitados pelo Sistema Autônomo de Água e Esgoto de Iguatu (SAAE) e o comércio local.

Segundo o vereador Lindovan Oliveira, no pregão realizado pela autarquia municipal, há fortes indícios de superfaturamento na compra de alguns produtos. O parlamentar destacou o caso de uma chaleira, que no comércio local custa R$ 38 reais, e foi licitada pelo SAAE por um preço de R$ 158 reais. Ainda segundo o vereador, um conjunto de xícaras de chá, no comércio local, custa R$ 36,90. No pregão da autarquia municipal esse mesmo produto saiu por R$ 135,60.

Lindovan Oliveira deu mais detalhes de outros produtos adquiridos pelo pregão do SAAE, cujos preços diferem muito daqueles praticados pelo comércio da cidade. "Um prato de vidro, no comércio de Iguatu custa R$ 6,50 a unidade, e na proposta aceita pelo SAAE, R$ 22,60. Uma toalha de rosto, custou ao SAAE R$ 36,30, quando no comércio de Iguatu custa apenas R$ 12,99", disse o parlamentar.

OUÇA O ÁUDIO


“Diante de fartos indícios de superfaturamento em diversos itens da licitação do SAAE, conforme pesquisa realizada no comércio deste município, precisamente nas loja Corbã e na Loja T & C, nós da bancada de oposição, resolvemos entrar com representação junto ao Ministério Público de Iguatu para que o órgão tome as medidas cabíveis”, disse o parlamentar.

Gastos com quentinhas

Ainda durante seu pronunciamento, Lindovan chamou atenção para os gastos exorbitantes com a aquisição de quentinhas e lanches para uso dos funcionários da autarquia municipal. Segundo o vereador, em três notas fiscais emitidas, o SAAE pagou um montante equivalente a 996 quentinhas e mais 370 lanches. 




Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.