POLITICA

Bolsonaro indica Rubem Novaes para a presidência do Banco do Brasil


O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, escolheu o economista Rubem Novaes para presidir o Banco do Brasil durante o governo de Jair Bolsonaro. O nome para o presidente da Caixa Econômica Federal deve ser definido ainda nesta quinta-feira (22).

Novaes é amigo de Paulo Guedes desde que os dois estudaram juntos na Universidade de Chicago, onde predomina a ideologia liberalista da economia. O futuro presidente do Banco do Brasil é professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e foi diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES.

A ideia inicial de Guedes era chamar Ivan Monteiro, atual presidente da Petrobras, para presidir o Banco do Brasil. A ideia, no entanto, sofreu resistência da equipe de Bolsonaro por Monteiro ter integrado a direção da estatal na gestão petista.

Rubem Novaes é a favor de privatizações e deve promover a venda da área de investimento do banco, seguindo política indicada por Guedes de retirar os bancos públicos de todas as políticas que não forem relacionadas às políticas públicas.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.