REGIONAL

Crise carcerária: Mais de 30 presos ameaçados de morte aguardam transferência no Ceará


A superlotação do Sistema Penitenciário cearense está fazendo com que a Secretaria da Justiça e Cidadania volte a custodiar presos que se denominam membros de facções criminosas diferentes em grandes presídios do Estado. 

Pelo menos trinta e dois detentos da Unidade Agente Penitenciário Luciano Andrade Lima (antiga CPPL I), em Itaitinga, estão nessa situação: eles se sentem ameaçados de morte por rivais que dominam a Unidade e aguardam a decisão da Justiça para serem transferidos de estabelecimento, há meses.

Em quase três meses e meio, a secretaria de Justiça transferiu apenas dois presos que estão no pedido coletivo de transferência. "A situação é gravíssima. Hoje em dia, os presos não admitem membros de facção rival no seu convívio. Existe a possibilidade de uma grande tragédia. Esses presos que estão em minoria podem ser assassinados pela maioria", alerta o defensor público Emerson Castelo Branco, representante do Núcleo de Assistência ao Preso Provisório e às Vítimas de Violência.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.