CIDADE

Crise no abastecimento de água é tema de reunião na CDL de Iguatu

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Iguatu realizou nesta quinta-feira (22), às 18 horas, reunião na sede da entidade para discutir a crise no abastecimento de água na cidade de Iguatu. A discussão maior ficou em torno das providências a serem tomadas pela Prefeitura de Iguatu e o Sistema Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), para evitar o agravamento da crise.

O açude Trussu, principal reservatório que abastece a cidade tem apenas 4,49% da sua capacidade. Além disso, há a necessidade urgente na troca adutora, um equipamento desgastado, que tem apresentado constantes problemas, deixando a população sem água. Recentemente, num prazo de apenas 8 dias, a tubulação da adutora do Açude Trussu chegou a romper quatro vezes, deixando milhares de famílias sem água em suas residências.

Durante a reunião o representante do SAAE, Tácido Cavalcante informou que a solução imediata para prevenir e atenuar futuros problemas, seria a implantação de uma adutora no leito do Rio Jaguaribe. Na região, existem 10 poços com capacidade de vazão para mais de 100 mil litros/hora, quantidade de água suficiente para suprir a demanda de 50% de todo o consumo da cidade. O investimento gira em torno de 800 mil reais, dinheiro que o SAAE afirma não ter em caixa. A solução seria recorrer ao governo do Estado.

Participaram do encontro o presidente da CDL, Dedé Duquesa; o prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor; o secretário executivo de Recursos Hídricos do Estado, Aderilo Alcântara; o superintendente do SAAE, Tácido Cavalcante; presidente do SindLojas, Tadeu Rolim, além de empresários locais. No final da reunião foi elaborado um documento que será levado ao governo do Estado, nos próximos dias. 

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.