POLITICA

Tasso Jereissati vira alternativa do PSL para comando do Senado


O
senador Tasso Jereissati (PSDB) iniciou as tratativas em Brasília para se firmar como alternativa a Renan Calheiros (MDB-AL) na sucessão de Eunício Oliveira (MDB) na Presidência do Senado. O grupo ligado ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) sinaliza aproximação com o cearense para a sucessão do comando do Senado.

Interlocutores do senador Tasso confirmaram os primeiros movimentos do PSL, partido do presidente eleito Jair Bolsonaro, neste sentido. Nos últimos dias, Jereissati recebeu no gabinete o senador eleito por São Paulo, Major Olímpio (PSL), para discutir a pauta econômica.

Tasso ganharia respaldo na corrida pela sucessão de Eunício depois de presidir a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. Futuros nomes do presidente eleito no primeiro escalão também visitaram o cearense, como Roberto Campos Neto, próximo presidente do Banco Central, e o secretário de Tesouro Nacional, Mansueto Almeida.
O argumento pró-Tasso que paira entre os senadores é a figura “experiente” e “equilibrada” do tucano em meio a “extremismos” do PT e PSL.

O alagoano Renan Calheiros, apesar da força para um novo mandato, pode ser enfraquecido pela pecha da “velha política” que adversários tentam emplacar.


Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.