CIDADE

Iguatu perde Eliomar Alves da Silva, único ‘livreiro’ de Iguatu


Morador da Rua 15 de novembro. Eliomar  Alves da Silva, de 82 anos, morreu na terça-feira, 5, vítima de uma forte pneumonia, depois de passar vários dias internado em um hospital de Fortaleza.

Nas redes sociais, amigos, familiares e admiradores postaram homenagens e lamentaram a perda precoce do único 'livreiro' da cidade, um grande incentivador da cultura, da leitura de livros. Eliomar era irmão do juiz de Direito Alfredo Alves, que trabalhou por vários anos em Iguatu.

Era costume, quando as pessoas passavam em frente a sua residência, a abordagem, e aí surgiam as dicas de leitura, e até de uma visita a sua livraria particular. Estantes lotadas. Enciclopédias, revistas, biografias, entre outros tantos gêneros de leitura, que ficavam sempre à disposição das pessoas, inclusive estudantes.

Eliomar foi funcionário da Secretaria da Fazenda. Ao se aposentar, aumentou o gosto pela leitura, e aí começou a ler. "Ele em casa mesmo incentivava e motivava a gente pra ler também. Aí ele teve essa ideia de aproveitar um espaço que tem ao lado da casa e montou uma livraria", disse seu filho, Alfredo Cavalcante.

Segundo familiares, a ideia é manter viva a memória de seu Eliomar, doando todo acervo de livros para uma instituição que se responsabilize em continuar esse legado deixado pelo incentivador da leitura.

A missa de sétimo dia está marcada para acontecer nesta segunda-feira (11), às 17h, na Igreja Matriz de Senhora Santana.

(Por: Luiz Vasconcelos - Jornalista MTB 3715/CE)

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.