CIDADE

Setor da construção civil de Iguatu define realização de protesto para quinta-feira, 5


A dificuldade para liberação de crédito para financiamento de imóveis por meio do programa Minha Casa Minha Vida levou o setor da construção a programar uma manifestação para a próxima quinta-feira, 5, no período da manhã, em frente a Agência da Caixa Econômica Federal. 

O Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) por meio da diretoria regional e a Associação dos Construtores da Região Centro-Sul estão mobilizados e articulam uma ampla paralisação e protesto. 

A ideia é parar por um dia dia o setor da construção civil, reunir caçambeiros, pintores, pedreiros, serventes de obra, bombeiro hidráulico, gesseiro, todo o setor”, destaca a direção do Sinduscon.  

Segundo representantes da categoria de construtores, nos últimos dois meses já ocorreram demissões no setor e o temor é de que a demora na volta de liberação de financiamentos para a aquisição da casa própria amplie as dificuldades.

O setor da construção civil em Iguatu gera uma média de seis mil postos de trabalho de forma direta e indireta. Segundo o Sinduscon, comparado ao mesmo período do ano passado, houve uma queda de 40% no volume de financiamentos para aquisição da casa própria mediante as medidas adotadas de maior rigor para a liberação do empréstimo pela Caixa Econômica Federal.



Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.