POLITICA

Deputado diz que gravou reunião do PSL para alertar Bolsonaro de “conspiração”


O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) gravou uma reunião entre os políticos do partido na noite ontem (16). Nos áudios, é possível ouvir o líder do PSL, Delegado Waldir, chamando o presidente Jair Bolsonaro de “vagabundo”, além de ameaçar implodir o seu governo.

Ele disse que decidiu gravar a conversa, usando o celular, com uma “intenção simples”: blindar Bolsonaro do que ele chama de “provável conspiração”.

“Isso estava em conluio, na verdade. Tivemos que trabalhar como infiltrados ali para poder conseguir acessar as informações, senão não tinha como. Era uma cúpula fechada tramando contra a República. Isso aí por fundo partidário, dinheiro e poder. Não serve, o Brasil não espera mais isso.”

Silveira contou que enviou o áudio para o presidente da República.

“Claro, ele foi o primeiro a ouvir.”

Ao Antagonista, Daniel falou sobre a reação de Bolsonaro ao ouvir o áudio.

“Com um pouco de surpresa, porque tinha muitas informações ali, informações que, ao meu ver, são um pouco estarrecedoras, porque trariam um prejuízo, de fato, para o Brasil.”

O deputado completou:

“Eu estou eleito na base do Bolsonaro e, custe o que custar, a gente vai defender o presidente.”

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.