REGIONAL

Governo envia proposta para a Assembleia que proíbe anistia a policiais envolvidos em greve ou motim


O governador Camilo Santana enviou para a Assembleia Legislativa, para ser analisada e votada em caráter de urgência, proposta de emenda à Constituição Estadual que proíbe e a concessão de anistia a policiais militares em caso de greve ou motins.

A urgência da mensagem governamental levou o presidente da Assembleia, deputado José Sarto (PDT), reunir a Mesa Diretora do Legislativo e convocar para este sábado (29), às 9 horas, uma sessão extraordinária para apreciar a matéria.

Muitos deputados que viajaram para suas bases eleitorais no interior já foram convocados para as sessões deste fim de semana.

O governador Camilo Santana se manifestou pelas redes sociais em relação à PEC enviada por ele para a Assembleia Legislativa. "Não pode haver tolerância para esse tipo de atitude que provoca sérios danos e coloca em risco a vida da população", disse.

As negociações para a suspensão do movimento grevista dos policiais militares não tem avançado. A pedido do Ministério Público Estadual, uma comissão formada por representantes dos três poderes foi formada, no entanto, não houve nenhum resultado positivo.

Anistia e reestruturação salarial são alguns pontos reivindicados pelos PMs.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.