POLICIAL

Policiais militares afastados durante motim retornam às suas atividades


Após três meses do final do motim que paralisou parte da Polícia Militar do Ceará, a Controladoria Geral de Disciplina dos órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Ceará (CGD) decidiu revogar o afastamento de 199 policiais militares suspeitos de participar do movimento paredista. Os grupo continuar a responder aos processos administrativo, na Controladoria, e criminal, na Auditoria Militar.

Conforme documento, a controladoria Geral de Disciplina considerou que os fundamentos ensejadores da decretação da medida extrema não mais restam configurados, de modo que os processados poderão retornar ao exercício de suas atividades funcionais.

A Controladoria definiu que devem ser devolvidas as identificações funcionais, armas, algemas ou qualquer outro instrumento funcional retido por conta da cautela antes deferida, salvo se por outro motivo deva permanecer afastado e sem os objetos funcionais que se destinam ao exercício da condição militar.

Sobre Luiz Vasconcelos

0 comentários :

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.